sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Caráter próprio

Por: Beatriz, Maria Regina, Yasmin e Gabriela


As influências estão cada vez mais presentes em nossas vidas, principalmente nos dias de hoje, em que as tecnologias evoluem mais a cada dia e as redes sociais são a base da comunicação.

Todo ser humano tem direito de ter seus próprios pensamentos e objetivos. Basear-se em uma pessoa, seja um famoso ou amigo, e no seu modo de viver, pode ser preocupante e ocasionar diversos malefícios, gerando inseguranças a si mesmo, por estar querendo seguir outros estilos.

Por isso, viemos hoje trazer dois exemplos desse assunto tão importante e pouco abordado: as boas e as más influências:


MÁS INFLUÊNCIAS

As más influências estão por todo parte e devemos ficar atentos, principalmente na adolescência, em que os famosos “padrões”, na maioria das vezes, são a chave para a popularidade. Afinal, quem nunca quis ser reconhecido por tudo e por todos pelo menos uma vez?

A partir desses estereótipos do “indivíduo perfeito”, lhes apresentamos os padrões de beleza, que, segundo eles, todas pessoas devem possuir a estrutura física perfeita, trazendo consigo a decadência da diversidade. Revistas, sites e programas de televisão influenciam os jovens a fazerem cirurgia bariátrica para diminuir a barriga e cirurgias plásticas para melhorar a sua aparência.

Normalmente os adolescentes preferem ser independentes porque acham que já têm autonomia, então seguem os passos de outras pessoas que (apesar de erradas), em seus olhares, são “superiores”, trazendo à tona outros exemplos de más influências: como cometer crimes e atos de vandalismo.


BOAS INFLUÊNCIAS

Essas influências podem ser “as incentivadoras”, as que promovem as boas ações e permitem melhorar a autoestima dos jovens.

Apesar de ajudar no aumento de algumas más influências, a internet, se usada corretamente, pode facilitar o surgimento de novas boas influências, como no caso de sites de autoajuda.

Por isso, os jovens devem sempre ter cuidado ao decidir em quem confiar. Optar em fazer suas próprias escolhas e seus próprios padrões é a melhor forma de ter uma boa relação com as pessoas ao seu redor e principalmente, com si mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário